Domingo, 20 de Setembro de 2020 -

1º de Maio: CUT-SP terá programação virtual diária na Semana dos Trabalhadores

Publicado em: 27/04/2020

A partir de segunda, 27 de abril, a Central Única dos Trabalhadores de São Paulo (CUT-SP) inicia uma programação virtual de luta e homenagem à Semana dos Trabalhadores e das Trabalhadoras.

Haverá transmissões diárias de entrevistas com lideranças sindicais nos canais oficiais da entidade no Facebook e YouTube, além de intervenções artísticas e notícias sobre o mundo do trabalho das categorias que compõem a base da entidade.

Por conta da pandemia do novo coronavírus e seguindo recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), pela primeira vez na história, os tradicionais atos de celebração à data irão ocorrer no ambiente virtual, como forma de proteger os trabalhadores.

Todos os dias, dirigentes de sindicatos de São Paulo irão conversar com o público dos canais da CUT-SP sobre os desafios das categorias em meio ao Covid-19 e as transformações que o vírus tem causado no mundo do trabalho, como a antecipação de modelos pensados para a chamada indústria 4.0 que podem ocasionar no aumento do desemprego e a adoção de uma renda básica para todos.

Os convidados também irão relatar a luta de muitos trabalhadores que seguem atuando em suas atividades mesmo após a decretação de isolamento social, como o fato de muitos desses, considerados de atividades essenciais, atuarem sem os devidos equipamentos de proteção. As entrevistas, mediadas pelos dirigentes da CUT-SP, também abordarão os últimos acontecimentos do Brasil e os caminhos para a saída da crise política e econômica aprofundadas sob o governo de Jair Bolsonaro (sem partido), que ataca constantemente o movimento sindical.

Luiz Inácio Lula da Silva é o convidado que irá encerrar a série especial de entrevistas, na quinta, 30. Considerado o melhor presidente da história do país, Lula fez um governo para a classe trabalhadora, conseguindo um dos principais feitos: uma das mais baixas taxas de desemprego já registradas. A entrevista exclusiva será feita pelo presidente da CUT-SP, Douglas Izzo.

“O 1º de Maio acontece em meio uma pandemia mundial e aqui no Brasil temos um problema adicional que é o Bolsonaro, um presidente que deveria governar e não governa, mas tem tomado ações que aprofundam os ataques aos direitos dos trabalhadores. Portanto, a mensagem desse Dia do Trabalho é continuarmos organizados para fazer a luta contra as medidas do desgoverno Bolsonaro”, afirma o Izzo.

Música

Também no dia 30, véspera do 1º de Maio, uma live musical está sendo preparada para os trabalhadores. No fim da tarde, por volta das 18h, o público poderá acompanhar atrações artísticas com cantores do campo progressista. O início será com o rapper Dexter, num “Papo de Quebrada” e, às 20h, terá o “Papo de Boteco no Samba da Resistência”, com o cantor e compositor Toninho Geraes e convidados.

Solidariedade

Ao longo da semana, a CUT-SP também dará destaque às formas de participação das campanhas de solidariedade dos sindicatos, que, desde o início da pandemia, criaram ações de arrecadação de alimentos, produtos de higiene, valores em dinheiro. Há também entidades que criaram frentes de trabalho para a confecção de insumos necessários ao momento, como máscaras, e até a oferta de sedes e clubes de campo para a utilização do SUS.

No site www.cutsp.org.br e Twitter, a entidade seguirá informando sobre a luta dos sindicatos na proteção à vida dos trabalhadores. Diariamente, são inúmeros relatos de pessoas que exercem atividades com grande risco de exposição ao coronavírus – tendo, inclusive, casos de mortes ocasionados pela falta de proteção.

1º de Maio

Neste ano, o ato do 1º de Maio de 2020 também será transmitido online. Com o mote “Saúde, Emprego, Renda: um novo mundo é possível com solidariedade”, a proposta é continuar estimulando a reflexão e a luta pela democracia, pelo direito de a classe trabalhadora ter um movimento sindical organizado, ouvido e respeitado. A transmissão do ato político, religioso e artístico, na sexta-feira, terá início às 10h e também será feito pela página da CUT-SP. Em breve, serão divulgadas novas informações.

Confira a programação*:

Segunda-feira, 27 de abril

13h30 – Programa CUT São Paulo em Ação

Raimundo Suzart – Presidente do Sindicato dos Químicos do ABC
Ivone Silva – Presidenta do Sindicato dos Bancários de SP
Sérgio Antiqueira – Presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de SP (Sindsep-SP)
Mediação: Márcia Viana – Secretária da Mulher Trabalhadora da CUT-SP

16h – Programa CUT São Paulo em Ação

Wagner Santana (Wagnão) – Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Cléo Ribeiro – Presidenta do Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Saúde de SP (Sindsaúde-SP)
Carlos Alberto Alvez – Presidente do Sindicato dos Energéticos no Estado de SP (Sinergia)
Mediação: Vivia Alves Martins – Secretária de Assuntos Jurídicos da CUT-SP

Terça-feira, 28 de abril

16h – Programa CUT São Paulo em Ação

Hélio Rodrigues – Coordenador-geral do Sindicato dos Químicos de São Paulo
Maria Izabel Noronha (Bebel) – Presidenta da Apeoesp (Sindicato dos Professores no Estado de SP)
Orlando Maurício Jr. (Brinquinho) – Presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte de Guarulhos (Sincoverg) – a confirmar
Mediação: Kelly Domingos – Secretária de Políticas Sociais da CUT-SP

Quarta-feira, 29 de abril

16h – Programa CUT São Paulo em Ação

Belmiro Moreira – Presidente do Sindicato dos Bancários do ABC
Almir Rogério (Mizito) – Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos Privados da Saúde do ABC (Sindsaúde-ABC)
Claúdio Fonseca – Presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de SP (Sinpeem)
Mediação: a confirmar

Quinta-feira, 30 de abril

16h – Programa CUT São Paulo em Ação

Entrevista exclusiva com o ex-presidente Lula
Mediação: Douglas Izzo, presidente da CUT-SP

Sexta-feira, 1º de Maio

Ato do 1º de Maio – Saúde, Emprego, Renda: um novo mundo é possível com solidariedade
A partir das 10h

*A programação está sujeita a alterações ao longo da semana

Onde assistir:

Facebook da CUT São Paulo
YouTube da CUT São Paulo

Fonte: CUT-SP