Domingo, 20 de Setembro de 2020 -

Contracs lança oficialmente Campanha pelo Respeito aos Direitos dos Trabalhadores do Mc Donald’s

Publicado em: 25/11/2015
Contracs

Contracs

Na manhã desta terça-feira (24), a Contracs lançou a Campanha pelo Respeito aos Direitos dos Trabalhadores do Mc Donald’s juntamente com as entidades do setor hoteleiro. Em busca do respeito aos direitos trabalhistas vigentes, a Contracs lançou a empresa com o lema NÃO! Aos pequenos direitos, onde denuncia a violação dos direitos por parte da Arcos Dourados, a maior operadora da multinacional na América Latina.

Entre os direitos denunciados pela campanha estão a falta de equipamento de proteção individual, jornada móvel variável, fornecimento de lanches para alimentação dos trabalhadores e acúmulo de função. Estas e outras violações são alvo de diversas denúncias e ações judiciais do Ministério Público e do Ministério do Trabalho e Emprego contra a empresa.

O presidente da Contracs, Alci Matos Araujo, destacou que o dia era importante por tratar do lançamento da campanha com as entidades parceiras e irmãs da Contracs como a UITA e a SEIU. “Desde fevereiro, a Contracs tem se preocupado com o tema do que a multinacional tem feito com os trabalhadores no Brasil, especialmente porque o setor de gastronomia tem ficado muito preocupado com estes trabalhadores/as.”  Ele destacou que os sindicatos e federações filiados à Contracs, juntamente com as entidades internacionais, tem lutado para construir uma luta conjunta.

Segundo o presidente Alci, a campanha é importante porque denuncia para a sociedade a condição que os trabalhadores vivem. “Precisamos denunciar junto com os consumidores de forma livre para que mostremos que o lanche que se vende feliz não é feliz.”

O trabalhador da rede Mc Donald’s e coordenador da rede sindical Octaciano Neto, destacou que já viu muito desrespeito nos 23 anos em que trabalha na empresa. Portanto, classificou o momento do lançamento da campanha um marco. “A rede sindical de trabalhadores chega para fazer diferença e transformar a realidade dos jovens. Vamos ajudar para que os direitos dos trabalhadores do Mc Donald’s e de outras empresas de comidas rápidas sejam garantidos.” Octaciano acredita que a campanha dá um recado claro: a empresa tem que respeitar os direitos e a legislação brasileira.

Jose Simões, do Sindicato Global do Setor de Serviços (SEIU), agradeceu a visão da Contracs e de sua executiva no lançamento da campanha, que começou nos Estados Unidos há três anos. Joe destacou que aos poucos descobriram que os problemas enfrentados pelos trabalhadores/as nos Estados Unidos são os mesmos de todos os trabalhadores da rede em todo o mundo. “Direito tem que ser garantido no mundo inteiro e contamos com a UITA. Nos últimos anos, temos trabalhado com a CUT, a Contracs e outras centrais para  melhorar as condições de trabalho dos trabalhadores desta empresa.”

Para Joe, a campanha da Contracs tem algo que é extremamente importante: a voz do trabalhador. “Não pode ter campanha onde o trabalhador não está falando e é isso o que a Contracs pode fazer melhor do que ninguém e vai ser a grande parceria que nós vamos fazer. Vamos trabalhar junto e ver como vamos garantir juntos o direito dos trabalhadores.”

A secretária de comunicação da CUT-SP, Adriana Magalhães, afirmou que a estratégia da campanha está correta porque é necessário fazer o enfrentamento desde o consumidor até o trabalhador. “Sabemos que existem vários países que já fizeram vídeos sobre a questão ambiental do Mc Donald’s, mas está correta a Contracs em fazer um vídeo do ponto de vista laboral e temos que conscientizar não só o trabalhador como o consumidor.”

Emilio Ferrero, do Sindicato Internacional dos Trabalhadores em Alimentação (UITA), destacou que a violação de direitos do Mc Donald’s é uma epidemia mundial. “Em todos os países do mundo, os trabalhadores do Mc Donald’s não podem sobreviver com o salário que recebem e esta é uma luta fundamental.” denunciou. Emilio lembrou que os trabalhadores da rede multinacional não estão só no Brasil. “Estamos juntos com a luta e vocês são o porta-vozes desta luta no Brasil. Estamos felizes em estar junto com vocês.”

O representante da UITA também destacou que o papel da Contracs na defesa dos direitos dos trabalhadores da rede é fundamental. “A UITA tem o compromisso de seguir com vocês nesta luta e participar mais ativamente com os companheiros da SEIU para que possamos compartilhar e divulgar mundialmente o que estão passando os trabalhadores no Brasil.”

Antônio Carlos da Silva Filho, coordenador do setor hoteleiro da Contracs, afirmou que a campanha pelo respeito aos direitos dos trabalhadores do Mc Donald’s coroa os 25 anos da Contracs. “O objetivo é não só ficar no âmbito jurídico porque o diferencial da Contracs é atuar também no campo politico, envolvenbdo nossa base que são os trabalhadores.”

O dirigente sindical ainda destacou que a luta pelos direitos dos trabalhadores na rede Mc Donald’s não é só uma luta dos trabalhadores no Brasil. “A luta do trabalhador não é só no Brasil e para vencermos este gigante, precisamos estar unidos.” Por isso, Antônio destacou a importância em desenvolver a campanha da Contracs sem abandonar a campanha da SEIU “Sem Direitos não é Legal”. “A Contracs já se somou na luta da SEIU e precisamos continuar trabalhando juntos.”

A Campanha

A campanha da Contracs “NÃO! aos pequenos direitos – Campanha pelo Respeito aos Direitos dos Trabalhadores do Mc Donald’s/Arcos Dourados” ganhará o Brasil juntamente com as entidades filiadas à Contracs do setor hoteleiro e gastronômico, que tem em sua base a representatividade dos trabalhadores na rede Mc Donald’s.

As entidades contarão com cartaz, folder, praguinha e um vídeo de denúncia para desenvolver a campanha em suas localidades, tanto junto aos trabalhadores como junto à sociedade.

Ao final do lançamento, as entidades presentes receberam o kit da campanha com os materiais e se comprometeram à divulgar a trabalhar junto à sua base e às lojas de sua região para que a campanha ganhe corpo e seja absorvida por toda a sociedade.

Fonte: Contracs – Adriana Franco