Domingo, 29 de Novembro de 2020 -

Emissão de carteiras de trabalho será suspensa até o início de janeiro

Publicado em: 18/12/2014
Divulgação

Divulgação

A partir deste fim de semana, o agendamento de pedidos de carteiras de trabalho vai ser suspenso no Brasil inteiro até o início de janeiro. Uma mudança no sistema de informatização vai acelerar a entrega do documento.

O convite para o emprego surgiu de repente e Mariana foi correndo tirar a primeira carteira de trabalho.

“Eu era estagiária, agora vou ser contratada, então necessito”, conta Mariana.

O movimento na Delegacia Regional do Trabalho, em Belo Horizonte, aumentou bastante depois do anúncio da interrupção do atendimento no fim desta semana. Nas agências do Sine, que também prestam o serviço, agendamento para a carteira de trabalho só no ano que vem.

A suspensão do serviço vai durar cerca de duas semanas e é em razão da troca, em todo o país, do programa de computador usado na emissão dos documentos. É uma mudança para dar mais agilidade ao processo, segundo o Ministério do Trabalho.

Cruzamento de dados com a Receita Federal e a Caixa Econômica Federal

“Hoje, no atual sistema, nós levamos de dois a 15 dias para entregar uma carteira para o trabalhador. Com esse novo sistema, ele pode levar a carteira imediatamente”, explica a superintendente Ministério do Trabalho de Minas Gerais Heli Siqueira de Azevedo.

O novo sistema também vai permitir o cruzamento de dados com a Receita Federal e a Caixa Econômica Federal. Pendências como CPF suspenso, divergência em data de nascimento, nome da mãe ou do pai serão apontados no momento do cadastro. Antes, a pessoa só descobria algum erro quando ia pegar o documento.

“A pessoa, no dia que vier fazer a carteira de trabalho, já vai saber se há alguma divergência e já vai poder providenciar para poder consertar o erro na hora.”, afirma a chefe do setor de Registro Civil – MG Patrícia Bretas Camargo.

O serviço deve voltar ao normal a partir de 5 de janeiro.

“Se você tirar a carteira de trabalho rápido dá uma segurança maior”, conta uma estudante.

“Com certeza bem melhor. Não tenho nem dúvida, porque demorar 15 dias em um dia… Na hora, excelente”, diz uma mulher.

Fonte: G1