Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020 -

Jornada de Trabalho de 40 horas será votada em comissão

Publicado em: 22/06/2009

Trabalhadores estão às vésperas de ver a votação de uma proposta que vem de encontro a uma luta antiga e justa, a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais. Comissão Especial da Jornada Máxima de Trabalho da Câmara dos Deputados votará o relatório sobre a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) nº 231/95, que reduz a jornada, no próximo dia 30 de junho.

As centrais sindicais deverão reunir grande número de sindicalistas no auditório Nereu Ramos com o intuito de pressionar a aprovação e o encaminhamento da PEC ao Plenário, onde deverá ser apreciada e votada em dois turnos.

Bandeira Histórica

A redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais é uma bandeira histórica do movimento sindical, que defende que tal redução contribuirá para geração de novos empregos, além da melhoria na qualidade de vida dos trabalhadores.

De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-econômicos), a redução da jornada de trabalho poderá gerar 2,2 milhões de empregos. Isto, se a medida estiver acompanhada do combate às horas extras.

Para inibir a prática das HE, a PEC prevê um aumento do valor da hora extra de 50% para, pelo menos, 75% do valor da hora normal.

Estaremos juntos

O Secor estará representado na votação para fazer coro junto a outros sindicatos pela aprovação da PEC. “Nesse momento importante da nossa luta, estaremos lá, em Brasília, juntos para fortalecer a luta pela redução da jornada, que fará justiça ao trabalhador brasileiro”, disse Neto, presidente do Secor.

Fonte: Agência Câmara