Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020 -

Mulher Empoderada em Osasco

Publicado em: 08/03/2016
SECOM

SECOM

A Coordenadoria da Mulher, Igualde Racial e Diversidade Sexual, além do Centro de Referência da Mulher Vítima de Violência (CRMVV) de Osasco, trabalham diariamente em prol das mulheres do município. Neste mês os núcleos prepararam uma programação especial para celebrar o Dia Internacional da Mulher, em parceria com órgãos como o Movimento de Mulheres Catadoras do Estado de São Paulo, sindicatos da cidade, além das Secretaria de Saúde, Cultura, Meio Ambiente, Assistência Social e demais núcleos da administração pública.

Com o tema “Mulher informada, mulher empoderada”, as atividades vão de 03 a 23 de março. São rodas de conversa que abordam assuntos como educação dos filhos, questões de gênero, Lei Maria da Penha e direitos da mulher; sessão pipoca; baile lilás; palestras sobre gênero e mercado de trabalho, além do lançamento de ações de combate à violência e ao assédio contra as mulheres, um dos principais temas da programação.

No dia 8 de março, a Câmara Municipal promoverá uma Sessão Solene em homenagem às mulheres, a data celebra o Dia Internacional da Mulher e foi inserida oficialmente no calendário das Nações Unidas em 1977.

O Centro de Referência da Mulher Vítima de Violência (CRMVV) prestará atendimento itinerante no combate à violência contra a mulher entre os dias 17 a 19/03. Uma unidade móvel circulará em alguns pontos da cidade das 10h às 16h.

No dia 17/03, o ônibus ficará no calçadão da rua Antônio Agú, próximo ao Osasco Plaza Shopping. No segundo dia (18/03) o atendimento será no CEU José Saramago, na avenida João de Andrade, 1.355 – Jd. Santo Antônio. O último local de atendimento (no dia 19/03) será o CRAS do Jd. Bonança, na avenida Juscelino Kubitscheck, 615.

O Dia Internacional da Mulher

A história de luta das mulheres por autonomia, condições de trabalho dignas, igualdade política e econômica tem início no fim do século XIX, bem antes do 8 de março ser instituído como o Dia Internacional da Mulher.

No século XX, o movimento feminino eclodiu com protestos na Europa e Estados Unidos. Uma manifestação em 1908 com 1.500 mulheres americanas em prol da igualdade econômica e política do país e um incêndio ocorrido três anos depois numa fábrica têxtil de Nova York em que mais de 100 operárias morreram carbonizadas, agitou os movimentos feministas no período. Em 1917 as russas foram às ruas para exigir o chamado “Pão e Paz”, nome dado a um protesto que reuniu aproximadamente 90 mil operárias em uma manifestação, durante a Primeira Guerra Mundial. As mulheres exigiam do governo russo, condições de trabalho dignas, e protestavam contra a fome e a participação da Rússia na guerra. Era 8 de março daquele ano.

Vinte anos mais tarde, em 1945 a ONU assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Na década de 60 o movimento feminista se fortaleceu e, em 1977, o Dia Internacional da Mulher foi oficializado.

Hoje o movimento feminista tem voz no Brasil e no mundo com mulheres engajadas em questões como empoderamento e oportunidade.

Confira abaixo a programação das atividades em Osasco

203 1

Fonte: SECOM