Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020 -

Palavra do presidente: Vamos defender a democracia!

Publicado em: 17/03/2015
Assessoria/Secor

Assessoria/Secor

Em resposta à manifestação contra o governo Dilma Rousseff, que aconteceu no último domingo, 15/3, o Secor esteve ao lado da nossa central sindical, a CUT, no “Ato Nacional em Defesa da Petrobras, dos Direitos e da Reforma Política”, em 13/3, que reuniu, de acordo com a organização do evento, 100 mil pessoas, na avenida Paulista, em São Paulo.

Na manifestação, demonstramos nossa capacidade de mobilização e de união da população e deixamos um recado para a presidente Dilma Rousseff: seu governo deve ser feito ouvindo o povo, não apenas o Congresso, e que a democracia é um dos pilares e um valor único para o movimento sindical e social.

Quem conquistou a democracia foi a classe trabalhadora e não permitiremos que tirem isso de nós! Nosso recado está dado e agora vamos continuar lutando por nossas categorias como sempre fizemos!

Devemos defender nossos direitos, mas sempre respeitar a vontade da maioria! Agora, chegou o momento de terminarmos com o processo de terceiro turno que os derrotados teimam em continuar, e deixar a presidente Dilma governar, mas colocando em prática os ideais que defendeu quando ganhou as eleições.

A defesa da Petrobras também é fundamental para a economia brasileira. Por isso, não podemos usar fatos distorcidos para entregá-la para multinacionais. Não podemos abrir mão de cerca de 1,5 milhão de empregados que a Petrobras tem. Por isso, o Ato defendeu que, qualquer um que tenha feito algo errado, seja punido, mas não podemos paralisar a Petrobras.

José Pereira da Silva Neto, presidente do Secor

Fonte: Assessoria de Imprensa