Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020 -

Pauta de Reivindicações dos comerciários foi entregue ao setor patronal

Publicado em: 06/08/2009
Assessoria de Imprensa

Assessoria de Imprensa

Categoria luta por 10,5% de reajuste entre outros benefícios, como redução da jornada e 180 dias de licença maternidade

Foi entregue ao setor patronal a Pauta de Reivindicações dos comerciários, na manhã da última quarta-feira, dia 5. Mais de 200 comerciários realizaram uma grande passeata por ruas da cidade, acompanhados por autoridades e lideranças sindicais. A entrega da pauta aconteceu em frente ao Osasco Plaza Shopping, no calçadão da Rua Antonio Agu.

O presidente do Sindicato do Varejista de Osasco e Região, Dr. Jurandir Paes, recebeu das mãos do presidente do Secor, José Pereira da Silva Neto, documento que reúne as reivindicações da categoria, que entre outros benefícios, luta por 10,5% de reajuste (INPC mais aumento real).

“A nossa expectativa agora é bastante positiva. O setor patronal teve boa recepção das nossas reivindicações e está sensível ao que requeremos, já que todos os pontos dessa pauta vão de encontro à necessidade do trabalhador”, declarou Neto. Para ele, esta será mais uma campanha salarial vitoriosa.

Os comerciários seguem campanha unificada mais uma vez. “Este é o sexto ano que realizamos a nossa campanha salarial unificada. E como sempre aconteceu, estamos confiantes que dessa vez repetiremos o sucesso dos anos passados, conquistando direitos, benefícios e a valorização dos trabalhadores do comércio”, disse Neto.

Além de Neto, presidente do Secor, participaram do ato José de Souza Vilarim, o Zequinha, presidente do Sindicato dos Comerciários de Cotia; Walter dos Santos, presidente do Sindicato dos Comerciários de Guarulhos; Adailton, secretário geral do Sindicato dos Comerciários de Franco da Rocha; e Cabral, diretor do Sindicato dos Comerciários de São Paulo, representando Ricardo Patah, presidente do sindicato. Representantes de sindicatos de outras categorias também marcaram presença em apoio à campanha dos comerciários, junto a José Elias Gois, presidente do CISSOR (Conselho Intersindical de Saúde e Seguridade Social de Osasco e Região).

Osasco, São Paulo, Franco da Rocha, Cotia e Guarulhos integram essa campanha, que tem grande abrangência, alcançando um total de 800.000 trabalhadores.

O Secor tem em sua base 58.000 trabalhadores. Destes, 16.000 são filiados ativos ao sindicato.

A categoria aguarda, agora, pela resposta do setor patronal. Segundo Paes, “não há motivo para não chegarmos a um consenso”. O presidente do patronal concorda que o conteúdo da pauta está de acordo com a realidade do setor, e atende às prioridades dos trabalhadores.

Bandeiras de luta

A Campanha Salarial Unificada 2009/2010 traz o slogan Setembro de Luta. Os comerciários querem fazer desta, uma primavera repleta de conquistas.

Para isso, a categoria tem se empenhado na luta por mais direitos e benefícios e neste ano ergue bandeiras como:

  • Aumento real
  • Participação nos Lucros e Resultados (PLR)
  • Auxílio creche
  • Fim do banco de horas
  • Redução da jornada de trabalho
  • Fim do assédio moral
  • Cesta básica
  • Estabilidade após o retorno das férias
  • Erradicação do trabalho infantil
  • Fim do trabalho no feriado de 1º de maio

Assessoria de Imprensa