Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020 -

Sarau da CUT/SP abre Mês das Mulheres no dia 4 de março

Publicado em: 29/02/2016
Maria Dias

Maria Dias

A abertura oficial do Mês das Mulheres da Central Única dos Trabalhadores de São Paulo (CUT-SP) ocorre no dia 4 de março, com a realização do Sarau da Mulher Trabalhadora. A atividade é em comemoração ao Dia Internacional das Mulheres, celebrado em março. Programado para iniciar às 18 horas, o evento será na sede da CUT, localizada na Rua Caetano Pinto, 575, Brás, região central da capital paulista.

Promovido pelo Coletivo de Cultura da CUT/SP, em parceria com a Secretaria da Mulher Trabalhadora da Central, o sarau contará com diversas apresentações e as inscrições para artistas, profissionais e amadores, estão abertas até quarta-feira (2).  Os interessados devem preencher um formulário no seguinte link: http://goo.gl/forms/RND33a7yBI

Para dar início ao sarau, haverá uma mesa de abertura com a presença da secretária da Mulher Trabalhadora da CUT/SP, Ana Lúcia Firmino, do presidente da CUT/SP, Douglas Izzo, do presidente da CUT Nacional, Vagner Freitas, e da secretária adjunta Municipal de Politicas para as Mulheres de São Paulo, Dulce Xavier. A entrada é gratuita e aberta para todos da comunidade.

Mulheres na política

Segundo Izzo, a atividade, que abre o Mês das Mulheres na Central, reforça o compromisso que a gestão tem com a luta feminista e terá como base o sucesso que foi o Sarau da Consciência Negra, realizado pela CUT, em novembro de 2015. “O Sarau das Mulheres será uma atividade lúdica e busca agradar e educar ao mesmo tempo”, diz.

Ana Lúcia Firmino destaca a importância da arte como ferramenta lúdica de militância. “A arte é um importante instrumento para desconstruirmos a cultura machista, patriarcal e racista que gera tanta violência contra as mulheres em nossa sociedade e tamanha desigualdade no mundo do trabalho e na vida. Pode ajudar também a politizar o debate sobre as relações entre homens e mulheres que nem sempre caminham sentido a igualdade de gênero, da qual tanto lutamos”, fala.

Em 2016, o tema central das atividades de março será “Mulheres na política: em defesa da democracia, construindo uma sociedade justa e igualitária, sem violência e livre de preconceitos. Não ao retrocesso!”. A agenda de mobilizações pode ser conferida, em breve, no site da CUT São Paulo.

Fonte: CUT São Paulo