Domingo, 25 de Outubro de 2020 -

Secor realiza grande passeata em Osasco no Dia Nacional de Paralisação e Manifestação

Publicado em: 29/05/2015
Divulgação

Divulgação

Na manhã do Dia Nacional de Paralisação e Manifestação, em 29 de maio, o Secor, ao lado de demais sindicatos e trabalhadores, realizou uma grande passeata pelas principais vias da cidade para lutar a favor dos direitos e da democracia, além de pressionar o governo para não aprovar o Projeto de Lei 4330, que amplia a terceirização para atividades-fim e prejudica as relações trabalhistas, e as Medidas Provisórias 664 e 665, que dificultam o acesso dos trabalhadores a diversos benefícios, como o seguro-desemprego e o abono salarial.

Os manifestantes se concentraram às 7h, no Rochdale, e seguiram pelas principais ruas de Osasco, como a Avenida Maria Campos, Avenida dos Autonomistas e Rua Primitiva Vianco, finalizando a atividade no Largo de Osasco, às 12h. “Temos que tomar todas providências que está em nossas mãos para barrar a aprovação da ampliação da terceirização e mostrar que estamos insatisfeitos com as MPs, também já aprovadas na Câmara dos Deputados. Nossas lutas de hoje não refletem apenas em nossas vidas, mas nas gerações futuras, nossos filhos e netos. Por isso, vamos arregaçar as mangas quantas vezes for preciso e ir para as ruas protestar contra quem atacar os direitos dos trabalhadores”, afirmou o presidente do Secor, José Pereira da Silva Neto.

Além do Dia Nacional de Paralisação e Mobilização, o dia 29 de maio marca também o aniversário de 39 anos do Secor, que já tem como tradição participar de lutas de toda classe trabalhadora e de atuar em movimentos sociais organizados na região. “Há praticamente quatro décadas, o Secor cumpre sua função social atendendo os trabalhadores e lutando por uma vida e um trabalho digno e valorizado. No aniversário de nosso Sindicato e em uma data tão importante, que ficará para a história dos trabalhadores do Brasil, não poderíamos ficar de fora”, completou o presidente.

Em todo Brasil, sindicalistas e trabalhadores cruzaram os braços contra o Projeto de Lei 4330 e as Medidas Provisórias, 664 e 665.

Clique aqui e veja os momentos da passeata!

Fonte: Assessoria de Imprensa