Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020 -

Dia do comerciário: a luta pela dignidade

Publicado em: 30/10/2012

thumb-31

Nesta semana foi comemorado do Dia do Comerciário em 30 de outubro. A data é uma homenagem a uma das categorias mais antigas do Brasil, mas que ainda não é reconhecida legalmente como profissão.

A escolha da data deve-se ao resultado da histórica manifestação de trabalhadores do comércio no Largo da Carioca, no Rio de Janeiro, realizada no dia 29 de outubro de 1932. Quase 5 mil pessoas marcharam em direção ao Palácio do Catete, com o objetivo de exigir um trabalho mais digno e humanizado.

Recebidos pelo então presidente, Getúlio Vargas, foram atendidos e no mesmo dia foi assinado o Decreto Lei N° 4.042, de 29 de outubro de 1932, que acabava com a carga horária de 12 horas diárias, passando para 8 horas e instituía o repouso semanal remunerado aos domingos. O documento foi publicado no Diário Oficial no dia 30 de outubro de 1932.

Este mesmo espírito de luta nos contagia até os dias atuais, nas Campanhas Salariais da categoria. Embora tenhamos conquistado muitos direitos, que são ampliados e aperfeiçoados em cada Convenção Coletiva, temos ainda muito para avançar.

Os comerciários sofrem com as pressões constantes no trabalho, assedio moral, falta de aperfeiçoamento profissional e de condições dignas de trabalho além do  descumprimento de leis, como o registro em carteira.  Só para citar um exemplo, nosso sindicato prospecta a criação de 1500 novas vagas no comércio para os próximos meses do ano de 2012, porém enfrentamos o desafio do registro em carteira, que é obrigatório. Projetamos que a cada quatro novas contratações do comércio varejista, apenas um trabalhador terá registro em carteira.  O restante dos trabalhadores será admitido de modo informal e recebera o salário apenas sobre a comissão de suas vendas.

Portanto, a luta dos trabalhadores é sempre uma batalha diária, que deve-se sempre manter em constante evolução, afinal o comércio é e sempre foi um grande negócio para a sociedade e quem trabalha nele deve ter seu valor devidamente reconhecido. Parabéns aos comerciários pelas conquistas da categoria e vamos continuar nossa mobilização e luta constante para novas conquistas para o trabalhador.

José Pereira Neto

Presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Osasco e Região (SECOR)

Postado por assessoria de imprensa/Raquel Duarte