Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021 -

Bancada do PT prioriza redução da jornada de trabalho

Publicado em: 03/09/2009

thumb-100

A discussão sobre a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais tem prioridade na pauta da bancada do Partido dos Trabalhadores. A redução foi tema do debate da comissão geral que reuniu, no dia 25 de agosto, representantes dos trabalhadores, empresas, sindicalistas e parlamentares no plenário da Câmara Federal.

Durante o debate, o presidente da CUT, Artur Henrique da Silva, defendeu a importância da redução da jornada de trabalho sem cortes nos salários, para dividir com os trabalhadores o crescimento da produtividade e do patrimônio das empresas acumulado nos últimos anos. “O resultado das mil maiores empresas do Brasil aponta para uma rentabilidade da ordem de 13,9% e o aumento da receita da ordem de 18,4%. Pergunto: não é possível incorporar 1,99% de custo na folha de pagamento de quem teve esse lucro, essa rentabilidade e esse aumento do patrimônio?”, questionou.

Ricardo Patah, presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), defende a imediata redução da jornada e ressaltou o fato de que os comerciários trabalham, atualmente, até 54 horas por semana.

“Esse é uma luta justa para os trabalhadores que tem direito a mais tempo para sua vida pessoal, família, estudos, lazer. A redução representa para nossa categoria um aumento significativo também na qualidade de vida do trabalhador, além de propiciar ainda a geração de novos empregos”, destaca Neto, presidente do Secor (Sindicato dos Comerciários de Osasco e Região).

As mulheres ganharam destaque no debate por serem maioria na categoria. A falta de tempo para cuidar dos filhos, da casa e da família foi apontado como preocupante, sobretudo no que diz respeito aos filhos, que precisam da presença e orientação durante sua formação.

Os trabalhadores e lideranças sindicais acreditam que o resultado dessa discussão neste ano será bastante satisfatória e irá beneficiar o trabalhador. “Estamos confiantes na votação do projeto e acreditamos que logo os comerciários poderão usufruir mais tempo com a família”, salientou Neto, diretor do Secor.

Veja a Jornada de Trabalho de outros países:

Estados Unidos – 42 horas
Argentina – 41,5 horas
Chile – 42,1 horas
França – 34,7 horas
Japão – 32 horas
Canadá – 31,7 horas
Europa – 41,1 horas (homens) e 35,2 horas (mulheres)

Assessoria de Imprensa

LEIA TAMBÉM