Terça-Feira, 03 de Agosto de 2021 -

Casos e mortes no Brasil começam a cair, apesar de imunização lenta

Publicado em: 07/07/2021

ALEX PAZUELLO/SECOM AM

O Brasil bateu mais um recorde na queda de casos diários de Covid-19. Segundo os números da pandemia atualizados pelo consórcio de imprensa, em 24 horas, o país registrou 1.787 mortes e 62.730 novos diagnósticos. Tanto a queda na média móvel de mortes como a de  casos já podem ser um efeito da vacinação, que mesmo lenta, vem mostrando algum resultado.

No total são 527.016 vítimas da doença e 18.854.806 casos confirmados. O que preocupa os especialistas é que, na medida em que a vacinação começa a avançar, o Brasil já registra 15 casos da variante delta. Dois foram confirmados nesta terça-feira (6), em Seropédica e São João de Meriti, ambas as cidades do estado do Rio de Janeiro.

São Paulo e Rio confirmaram também na segunda-feira (5) os primeiros casos da variante identificada inicialmente na Índia, mais transmissível.

variante Delta é um dos principais motivos do agravamento recente da pandemia de Covid-19 em países onde a vacinação está avançando bastante. Inclusive a OMS acredita que a variante tem potencial para se tornar a dominante no mundo nos próximos meses.

A média de casos de Covid-19 no Brasil também segue em queda. Nas últimas duas semanas teve uma redução de 37%, a maior registrada desde o começo da pandemia. São 48.954 novos casos por dia, em média.

Já a média de mortes também se mantém em queda: redução de 19% em duas semanas. São, em média, 1.557 mortes por dia.

Apenas um estado registrou alta na média de mortes nesta terça: o Acre, com alta de 100%. Em estabilidade, estão oito estados. Em queda, 17 estados e o Distrito Federal. As maiores reduções foram no Piauí e, empatados, Ceará e Sergipe. O Amazonas não registrou nenhuma morte em 24 horas. Foi a primeira vez desde o começo da pandemia.

São Paulo começa a vacinação de 38 e 37 anos na semana que vem

A prefeitura de São Paulo anunciou que na próxima segunda (12) e terça-feira (13), respectivamente, serão vacinadas as pessoas de 38 e 37 anos.

A previsão completa do calendário escalonado por idade, divulgado em junho, considerava que essa idade começaria a ser imunizada em 19 de julho. Com isso, já são mais de 10 dias adiantados.

Hoje, a prefeitura da capital já havia antecipado e anunciado o início da vacinação dos cidadãos de 40 anos. Essas pessoas serão vacinadas nesta quinta(8).

Confira o calendário de vacinação na cidade de São Paulo:

quarta-feira (7): 40 anos;

quinta-feira (8): 39 anos;

sexta-feira (9) e sábado (10): repescagem para 39, 40 e 41 anos, e 2ª dose de todos os grupos

segunda-feira (12): 38 anos;

terça-feira (13): 37 anos.

Vacinação no Brasil

O número da vacinação no Brasil ainda é muito baixo para controlar a circulação do vírus. A lentidão segue também em seis estados que ainda têm menos de 10% de sua população imunizada com as duas doses ou dose única de vacina contra a Covid.

O  Acre aparece com o maior número de imunizados, 9,91%, enquanto o Amapá é o último, com 8,36%. Tocantins aparece com (9,84%), Mato Grosso (9,72%), Maranhão (9,59%) e Rondônia (9,25%) completam a lista de estados com a vacinação lenta.

Em 24 horas, o Brasil aplicou a primeira dose em 987.279 pessoas e 429.881 receberam a segunda dose ou a vacina em dose única. O total do dia ficou em 1.417.160.

Até agora, 78.474.659 brasileiros tomaram a primeira dose, ou 37,06% da população. Já a segunda dose ou a dose única foi aplicada em 27.795.289 pessoas, o que corresponde a 13,13%.

Fonte: CUT

LEIA TAMBÉM

Brasil Smiles/Secor: perdeu um dente? Temos a solução!

Não se desespere! Aqui, na Brasil Smiles/Secor temos a solução e vamos p [...]
LEIA MAIS