Sábado, 08 de Maio de 2021 -

Com Lula, mulheres debatem 10 anos da Lei Maria da Penha

Publicado em: 15/08/2016
Maria Dias

Maria Dias

Em meio ao golpe, em uma conjuntura de votações decisivas e de retrocessos nos direitos sociais e trabalhistas, a CUT São Paulo, por meio de sua Secretaria Estadual da Mulher Trabalhadora, realiza na próxima segunda-feira (15) o Encontro das mulheres e militantes com Lula.

O evento ocorrerá na Casa de Portugal do Grande ABC, na Rua Nossa Senhora de Fátima, 55 – Paraíso – Santo André.

Como pauta principal as cutistas debaterão os 10 anos da Lei Maria da Penha (11.340/06), sancionada pelo governo Lula e que contou com avanços nos governos da presidenta eleita Dilma Rousseff. Elas também darão início às atividades em comemoração aos 30 anos da criação da Comissão da Mulher Trabalhadora na CUT e, durante a atividade, homenagearão Marisa Letícia Lula da Silva, esposa e companheira do ex-presidente, alvo constante de calúnia, ataques e desrespeito.

Secretária da Mulher Trabalhadora da CUT São Paulo, Ana Lúcia Firmino afirma que o combate à violência machista é pauta permanente da Central e que a Lei Maria da Penha corre riscos sob o governo golpista.

“Os golpistas que assumiram o Brasil querem agora rever direitos conquistados com muita luta, mas o nosso papel é o da resistência e nele seguiremos firmes porque acreditamos na democracia, na igualdade de gênero e na construção de um país onde não haja violência e machismo”, diz a dirigente.

A atividade tem o apoio e a parceria da CUT ABC, do Sindicato dos Químicos do ABC e da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT) e será aberta a toda militância.

Encontro das mulheres e militantes com Lula
Dia: 15 de agosto (segunda-feira)
Horário: a partir das 17h
Local: Casa de Portugal do Grande ABC
Rua Nossa Senhora de Fátima, 55 – Paraíso – Santo André-SP

Fonte: CUT São Paulo

LEIA TAMBÉM

Mau hálito? Marque sua avaliação gratuita na Brasil Smiles!

Muita gente percebeu que tem mau hálito quando começou a usar máscaras p [...]
LEIA MAIS