Sábado, 08 de Maio de 2021 -

CUT/SP anuncia programação oficial do Dia do Trabalhador

Publicado em: 23/04/2013
Roberto Parizottia

Roberto Parizottia

A CUT São Paulo anunciou ontem (22) oficialmente a programação do Dia do Trabalhador, em coletiva para a imprensa realizada na sede da entidade.

Desenvolvimento econômico e sustentabilidade é o tema central das atividades em 2013. “Nos últimos 10 anos, o modelo de desenvolvimento brasileiro vem distribuindo renda, além do crescimento sustentável e, para nós trabalhadores, vale a pena discutir este modelo e seus efeitos na vida cotidiana da classe trabalhadora”, afirmou Adi dos Santos Lima, presidente da entidade

Adi explicou que o formato do evento mudou há quatro anos pois, para o dirigente, é importante ir além do 1º de Maio, promovendo também debates sobre questões relevantes para a classe trabalhadora.

Ele ressaltou que a sustentabilidade está na agenda da Central e por isso o tema norteou a organização de atividades como o 1º Passeio Ciclístico da Classe Trabalhadora, oficinas de desmontagem e aproveitamento de computadores, coleta de celulares para reciclagem, feira gastronômica e exposição com produtos orgânicos e agroecólogicos da agricultura familiar.

No dia 30, a partir das 12h, no Vale do Anhangabaú, acontece a tradicional roda de samba com Fundo de Quintal, Rappin Hood, Leci Brandão e Jorge Aragão, entre outros. No dia 1º de maio, as comemorações se iniciam a partir das 10h com ato inter-religioso, ato político e mais atrações artísticas, com destaque para Oswaldo Montenegro na abertura e Alceu Valença no encerramento dos shows.

Além das comemorações no Vale do Anhangabaú, a CUT/SP realiza o 1º de Maio descentralizado, com atividades nas Subsedes em diversas regiões do estado e, ainda, no Parque das Árvores, na zona sul da capital. Nesta região, a comunidade poderá conferir as atrações artísticas e contará com a prestação de serviços de saúde, cidadania, beleza, educação, parque infantil, praça de alimentação e o Cine B exibindo curtas metragens nacionais.

Dia de Luta – Para o presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, a principal marca o 1º de maio é que a data é um dia de luta, de enfrentamento ao capital e de denúncias, na qual a Central continuará pressionando o governo para que responda à pauta de reivindicações da classe trabalhadora, entregue em março à presidenta Dilma Rousseff. “Vamos aumentar o tom se não tiver resposta da presidenta. Não vamos para o 1º de maio só para fazer festa. Nós queremos conquistas”, alertou.

O presidente nacional lembrou, ainda, que neste Dia do Trabalhador, a Central vai acirrar a luta contra o Projeto de Lei 4330/2004, de autoria do deputado federal Sandro Mabel (PL-GO), que pretende “normatizar” as terceirizações nas atividades-fim e também no serviço público, além de liberar a empresa contratante de qualquer responsabilidade trabalhista com os terceirizados.

Histórico – Em 2010, a CUT/SP optou por comemorar o dia 1º de Maio fortalecendo a relação entre os trabalhadores do Brasil e da América Latina. Com isso, além dos tradicionais shows, aconteceram manifestações e apresentações culturais, seminário sindical internacional e feira gastronômica, entre outras atividades que foram ampliadas no ano seguinte.

Em 2011, o tema foi Brasil-África: fortalecendo a luta dos trabalhadores, com o objetivo de contribuir com a aproximação entre o Brasil e o continente africano, além de valorizar os aspectos históricos e culturais da África.

E, em 2012, o foco foi a Diversidade no Brasil e no Mundo – Um Olhar de Cinco Jeitos, com programação voltada à valorização da política, cultura e história das cinco regiões do país.

“Reconhecemos que é fundamental o laço de solidariedade entre os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil e de outros países, como forma de construção da unidade de luta da classe trabalhadora. Por isso, continuamos investindo nesse formato de 1º de Maio, que a CUT/SP adota desde 2010”, ressalta o presidente da entidade.

Clique aqui para ver a programação

Clique aqui para ver o cartaz do 1º de Maio

Fonte: Flaviana Serafim – CUT/SP

LEIA TAMBÉM

Mau hálito? Marque sua avaliação gratuita na Brasil Smiles!

Muita gente percebeu que tem mau hálito quando começou a usar máscaras p [...]
LEIA MAIS