Sexta-Feira, 24 de Setembro de 2021 -

Governo começa a pagar abono salarial a trabalhadores

Publicado em: 16/07/2015
Divulgação

Divulgação

Parte dos trabalhadores que têm direito ao abono salarial começou a receber o valor do benefício na última terça-feira (14). Os primeiros foram os que têm conta na Caixa e nasceram em julho. O valor foi depositado na conta, segundo o Ministério do Trabalho.

O calendário de pagamento é diferente para trabalhadores que têm conta na Caixa, aqueles que não têm e para servidores públicos. Veja o calendário, conforme cada situação.

 

Para correntistas da Caixa – crédito em conta
  • Nascidos em julho

    14 de julho de 2015

  • Nascidos em agosto

    18 de agosto de 2015

  • Nascidos em setembro

    15 de setembro de 2015

  • Nascidos em outubro

    14 de outubro de 2015

  • Nascidos em novembro

    17 de novembro de 2015

  • Nascidos em dezembro

    15 de dezembro de 2015

  • Nascidos em janeiro e fevereiro

    12 de janeiro de 2016

  • Nascidos em março e abril

    11 de fevereiro de 2016

  • Nascidos em maio e junho

    15 de março de 2016

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego

 

No dia 22, aqueles que nasceram em julho mas não têm conta na Caixa poderão retirar o benefício nas agências do banco ou lotéricas, com o Cartão Cidadão.

 

Para não correntistas da Caixa – com Cartão Cidadão
  • Nascidos em julho

    A partir de 22 de julho de 2015

  • Nascidos em agosto

    A partir de 20 de agosto de 2015

  • Nascidos em setembro

    A partir de 17 de setembro de 2015

  • Nascidos em outubro

    A partir de 15 de outubro de 2015

  • Nascidos em novembro

    A partir de 19 de novembro de 2015

  • Nascidos em dezembro

    A partir de 17 de dezembro de 2015

  • Nascidos em janeiro e fevereiro

    A partir de 14 de janeiro de 2016

  • Nascidos em março e abril

    A partir de 16 de fevereiro de 2016

  • Nascidos em maio e junho

    A partir de 17 de março de 2016

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego

 

Servidores públicos com conta no Banco do Brasil receberão o benefício a partir do dia 17 deste mês, direto na conta. Quem não é correntista do Banco do Brasil vai poder sacar o valor nas agências a partir do dia 22 de julho.

 

Para servidores públicos sem conta no Banco do Brasil
  • Final da inscrição no Pasep: 0

    A partir de 22 de julho de 2015

  • Final da inscrição no Pasep: 1

    A partir de 20 de agosto de 2015

  • Final da inscrição no Pasep: 2

    A partir de 17 de setembro de 2015

  • Final da inscrição no Pasep: 3

    A partir de 15 de outubro de 2015

  • Final da inscrição no Pasep: 4

    A partir de 19 de novembro de 2015

  • Final da inscrição no Pasep: 5

    A partir de 14 de janeiro de 2016

  • Final da inscrição no Pasep: 6 e 7

    A partir de 16 de fevereiro de 2016

  • Final da inscrição no Pasep: 8 e 9

    A partir de 17 de março de 2016

Fonte: Minsitério do Trabalho e Emprego

 

Parte dos trabalhadores só vai receber em 2016

Segundo o calendário de pagamento do abono, proposto pelo governo e aprovado pelo Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) no início deste mês, parte dos trabalhadores só vai receber o abono no ano que vem.

Com isso, cerca de R$ 9 bilhões que seriam pagos neste ano ficarão para 2016.

Os pagamentos do abono serão feitos em nove parcelas, entre julho deste ano e junho de 2016. No ano passado, o pagamento para todos os trabalhadores foi feito em quatro datas, entre julho e outubro.

Agora, os nascidos no segundo semestre (julho a dezembro) recebem ainda neste ano. Já os nascidos no primeiro semestre (janeiro a junho) recebem só no primeiro trimestre de 2016.

O que é o abono salarial

O abono salarial é o benefício de um salário mínimo a quem trabalhou por pelo menos 30 dias, recebendo até dois salários mínimos e que tenha sido cadastrado, até 2010, no PIS (Programa de Integração Social) ou no Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), para servidores públicos.

O governo aprovou mudanças no benefício neste ano, mas elas só valerão a partir do ano que vem. A principal delas é que o valor não será mais fixo em um salário mínimo, e sim proporcional ao tempo que a pessoa trabalhou no ano.

Fonte: UOL

LEIA TAMBÉM

Secor firma parceria com a agência de viagem Brazil Turismo

Pensando em proporcionar aos nossos associados mais lazer e diversão, o Se [...]
LEIA MAIS