Quarta-Feira, 14 de Abril de 2021 -

Intenção de compras aumenta no segundo trimestre, diz Provar

Publicado em: 13/04/2011

thumb-47

Fonte G1

O índice de consumidores que pretendem fazer compras no varejo no segundo trimestre de 2011 registrou alta de dois pontos percentuais na comparação com o trimestre anterior, ao passar de  71,8% para 73,8%, segundo aponta pesquisa do Programa de Administração do Varejo (Provar), da Fundação Instituto de Administração (FIA), divulgada nesta terça-feira (12).

Em relação ao mesmo trimestre de 2010, houve redução de 0,8 ponto percentual no desejo de consumo. As categorias com maior intenção de compras no segundo trimestre deste ano são: telefonia e celulares, com a fatia de 12,8%; eletroeletrônicos, com 12%, e cine e foto, com 11,8%.

De acordo com a pesquisa, houve, contudo, queda na intenção de compras pela internet do primeiro para o segundo trimestre deste ano. O recuo foi de 90% para 85%.

Consumo deve continuar
Claudio Felisoni, presidente do conselho do Provar, avalia que, mesmo com as medidas de contenção ao crédito anunciadas pelo governo, o consumo não deve ser afetado a curto prazo.

De acordo com o presidente, para afetar o consumo é necessário reduzir o prazo para pagamento das compras, o que não está acontecendo. O prazo médio ao consumidor cresceu cerca de 13% em fevereiro deste ano na comparação com o mesmo mês de 2010, para cerca de 550 dias. A redução do consumo, que pode acontecer por meio de prazos menores, é importante para a diminuição da inflação, explica.

“No cenário de curto prazo nao vai acontecer nada [redução do consumo]. A renda vai continuar crescendo, os prazos médios podem até reduzir, mas as condições ainda são muito favoráveis”, afirmou.

A amostra foi feita com 500 consumidores da cidade de São Paulo. No caso das compras pela internet, foram ouvidos 5.803 internautas do estado de São Paulo.

Postado por Raquel Duarte

LEIA TAMBÉM

Saiba mais sobre a parceria do Secor com a Acolher & Viver - Psicologia!

Apoio psicossocial para crianças, adolescentes, adultos e idosos. [...]
LEIA MAIS