Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021 -

Nesta sexta-feira, Secor realiza Encontro de Saúde do Trabalhador e da CIPA

Publicado em: 01/10/2015

thumb-42

No dia 2 de outubro, o Secor realizará o Encontro de Saúde do Trabalhador e da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), às 15h, em sua sede, localizada no centro de Osasco. O objetivo do encontro é reunir os cipeiros, representantes da CIPA, para falar sobre a responsabilidade de seus trabalhos com a segurança de cada profissional e abordar atuais doenças ocupacionais. Para os trabalhadores, o intuito do encontro é abordar o cuidado de cada um com a própria segurança dentro do trabalho.

Para o presidente do Secor, José Pereira da Silva Neto, o Sindicato está mobilizado pela saúde e segurança de todos. “Essa não é a primeira e não será a última vez que realizamos um encontro entre cipeiros, profissional essencial nas empresas para manter a segurança dos trabalhadores. Tanto os cipeiros quanto os comerciários devem estar conscientes sobre a prevenção de acidentes e doenças no trabalho e é nosso papel, do Sindicato representante da categoria, fazer esse trabalho de conscientização. Por isso, realizamos o Encontro, para reunir, discutir e atualizar as CIPAs”, completou.

De acordo com o anuário estatístico da Previdência Social, cinco milhões de acidentes de trabalho aconteceram no Brasil entre 2007 e 2013. Deste número, 45% dos casos acabaram em morte, invalidez permanente ou afastamento temporário da empresa. Neste período, o INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) desembolsou R$ 58 bilhões com indenizações. Já em todo o mundo, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) aponta as doenças profissionais como as principais causas de morte relacionadas ao trabalho no mundo inteiro. Em 2014, a OIT afirmou que cerca de 2,34 milhões situações mortais acontecem por ano no trabalho, sendo apenas 321 mil relacionadas a acidentes.

“Em todo Encontro, reafirmamos que a prevenção é mais eficaz e econômica do que os gastos com reabilitação, tratamentos e indenizações com trabalhadores vítimas de acidentes. É por isso que a CIPA é tão importantes nas empresas: para assegurar que os profissionais sejam tratados com os cuidados necessários e tenham a máxima segurança possível”, afirmou o presidente Neto.

Fonte: Assessoria de Imprensa

LEIA TAMBÉM