Domingo, 18 de Abril de 2021 -

Sete cidades de SP registram novas mortes por dengue

Publicado em: 01/04/2015
Reprodução A Tribuna

Reprodução A Tribuna

Novas mortes com a causa confirmada ou com suspeita de dengue foram registradas, deste a sexta-feira, (27), em sete cidades do interior de São Paulo.

Em Penápolis, noroeste do Estado, um homem de 74 anos morreu no sábado, 28, com diagnóstico de dengue. Se confirmada pelo exame de laboratório, será a oitava morte pela doença na cidade, que jádecretou estado de emergência.

Em Sorocaba, mais duas pessoas morreram nos últimos dias com quadro de dengue, mas a causa ainda precisa ser confirmada. A cidade tem seis óbitos confirmados e outros nove sob investigação. Na sexta-feira, o Ministério Público Estadual abriu inquérito para investigar as causas do avanço da epidemia. A prefeitura informou que vai colaborar com a investigação.

O município de Limeira, na região de Campinas, também teve confirmada na sexta-feira a sétima morte causada pela dengue. A paciente, uma mulher de 60 anos, estava internada no Hospital Medical. Outros seis óbitos são investigados.
Caraguatatuba, no litoral norte, registrou a morte de um idoso de 86 anos na noite de sexta-feira com diagnóstico de dengue, mas a prefeitura aguarda o resultado de exames de laboratório. A cidade, em estado de calamidade pública, passa a ter quatro mortes sob investigação e três já confirmadas. Outra morte suspeita é investigada em Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba, e a vítima é uma idosa de 73 anos.
Na Baixada Santista, Santos passou a investigar a morte de um adolescente de 13 anos e de um homem de 42, após familiares terem afirmado que eles apresentavam sintomas de dengue. Com apoio da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), o município aplicará inseticida entre segunda-feira, 30, e quarta, 1º de abril, no bairro São Manuel, onde as vítimas moravam. O adolescente teria sido vitimado pela forma hemorrágica da dengue.
Em Itanhaém, a primeira morte suspeita foi registrada sexta-feira. Por falta de vagas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da cidade, a vítima, um homem de 52 anos, havia sido transferida para um hospital do Guarujá.
Em Sorocaba, mais duas pessoas morreram nos últimos dias com quadro de dengue, mas a causa ainda precisa ser confirmada. A cidade tem seis óbitos confirmados e outros nove sob investigação. Na sexta-feira, o Ministério Público Estadual abriu inquérito para investigar as causas do avanço da epidemia. A prefeitura informou que vai colaborar com a investigação.
Fonte: Estadão 

LEIA TAMBÉM