Sábado, 21 de Maio de 2022 -

Turismo enumera os empregos na Copa

Publicado em: 09/04/2014
Divulgação

Divulgação

Se a previsão fluxo de turistas domésticos e estrangeiros não frustrar as expectativas do governo, o setor de turismo irá empregar 47,9 mil trabalhadores temporários durante a Copa do Mundo.

Essa estimativa foi traçada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), a partir da projeção da Embratur para o total de turistas no período da Copa do Mundo, que deverá gerar uma movimentação 3,6 milhões de pessoas entre junho e julho.

Segundo o economista Fábio Bentes, da CNC, o turismo é “um setor intensivo em mão de obra” e serão necessárias essas vagas temporárias para atender aos visitantes. Os ramos que vão gerar mais empregos, diz, serão alimentação fora do domicílio, transporte de passageiros e hospedagem.

O período de maior criação de vagas começa agora em abril e vai até junho. Nesses três meses, foram abertos 29,5 mil postos de trabalho em 2013. Se confirmada a projeção, haverá uma expansão de 62% no mesmo trimestre deste ano, que será turbinado pela Copa. Os dados consideram apenas empregos formais, contabilizados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). “É como se neste ano tivéssemos um verão, que é a estação de maior movimento no turismo, prolongado ou fora de época”, disse Bentes.

Dentre os Estados que receberão jogos, São Paulo deve concentrar a maior fatia dos empregados gerados: 30,5%, o que corresponde a 14,6 mil postos de trabalho. Em seguida, aparecem Rio de Janeiro (21,5%), Bahia (6,4%) e Pernambuco (6%). Bentes disse que o estudo considerou os Estados porque muita gente vai se hospedar no interior. A CNC prevê que 33,5% dos empregos serão criados pelo segmento de serviços de alimentação, como bares e restaurantes. Em seguida, devem vir os serviços de transporte de passageiros e os hotéis. (Folhapress)

Fonte: Diário do Comércio

LEIA TAMBÉM

Ato em favor dos trabalhadores do McDonald’s de Osasco é realizado em Osasco

Movimento Sem Direitos Não é Legal realizou manifestação nesta segunda- [...]
LEIA MAIS