Domingo, 25 de Outubro de 2020 -

Contracs constitui nova rede e reúne trabalhadores da Cencosud

Publicado em: 13/09/2013
Contracs

Contracs

A Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs/CUT) reuniu hoje, pela primeira vez, dirigentes sindicais que representam os trabalhadores da rede Cencosud no Brasil. O objetivo da rede é atuar nacionalmente de forma a resolver problemas conjuntamente e propor ações sindicais de melhoria nas condições de trabalho e vida destes trabalhadores.

A reunião aconteceu na subsede da confederação, em São Paulo, e contou com a presença do presidente da Contracs Alci Matos Araujo na abertura. “A expectativa da Contracs é acolher mais esta demanda de forma que ela possa contribuir com os trabalhadores da rede.” afirmou.

A rede Cencosud

Paulo Alexandre de Moraes, técnico do Dieese na subseção da Contracs, apresentou os dados da rede, que está presente em mais quatro países além do Brasil: Argentina, Colômbia, Peru e Chile, de onde é originária.

Ao todo, a empresa emprega mais de 140 mil pessoas em 940 estabelecimentos comerciais entre super e hipermercados, lojas de materiais de construção, shoppings, lojas de departamento e outros formatos do varejo. No Brasil, a empresa opera majoritariamente na área supermercadista.

No Brasil, a Cencosud está entre as 100 maiores empresas em volume de vendas colocada (72ª) e entre as 10 maiores empresas no comércio (6º). No ramo de supermercados, a empresa fica em 4º lugar no volume de vendas líquidas.

Em 2012, a empresa possuía 205 estabelecimentos no Brasil operando nas bandeiras G Barbosa, Bretas, Perini e Prezunic contando com 34.712 trabalhadores

Encaminhamentos

Durante a reunião, o grupo elencou 17 problemas comuns nas lojas da rede e tirou como encaminhamento agendar uma reunião com a empresa para apresentar estes problemas e tentar solucioná-los.

Ao avaliar os encaminhamentos e a construção da rede, os participantes foram unânimes em considerar importante a ação da Contracs.

A secretária de relações internacionais da Contracs, Lucilene Binsfeld, finalizou a tarde reforçando a importância da participação dos sindicatos. “Vocês são fundamentais para construir a ação porque sem vocês não imaginaríamos os 17 problemas que vocês pontuaram aqui.”

A coordenação da rede foi assumida por Walter Mendonça do Sindicato de Uberlândia e Araguari. Assumiram ainda como coordenadores adjuntos, a companheira Emanuelle Claro dos Santos, de Estância e o companheiro Ademir Francisco, do Sindicato de Ipatinga.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs/CUT) reuniu hoje, pela primeira vez, dirigentes sindicais que representam os trabalhadores da rede Cencosud no Brasil. O objetivo da rede é atuar nacionalmente de forma a resolver problemas conjuntamente e propor ações sindicais de melhoria nas condições de trabalho e vida destes trabalhadores.

A reunião aconteceu na subsede da confederação, em São Paulo, e contou com a presença do presidente da Contracs Alci Matos Araujo na abertura. “A expectativa da Contracs é acolher mais esta demanda de forma que ela possa contribuir com os trabalhadores da rede.” afirmou.

A rede Cencosud

Paulo Alexandre de Moraes, técnico do Dieese na subseção da Contracs, apresentou os dados da rede, que está presente em mais quatro países além do Brasil: Argentina, Colômbia, Peru e Chile, de onde é originária.

Ao todo, a empresa emprega mais de 140 mil pessoas em 940 estabelecimentos comerciais entre super e hipermercados, lojas de materiais de construção, shoppings, lojas de departamento e outros formatos do varejo. No Brasil, a empresa opera majoritariamente na área supermercadista.

No Brasil, a Cencosud está entre as 100 maiores empresas em volume de vendas colocada (72ª) e entre as 10 maiores empresas no comércio (6º). No ramo de supermercados, a empresa fica em 4º lugar no volume de vendas líquidas.

Em 2012, a empresa possuía 205 estabelecimentos no Brasil operando nas bandeiras G Barbosa, Bretas, Perini e Prezunic contando com 34.712 trabalhadores

Encaminhamentos

Durante a reunião, o grupo elencou 17 problemas comuns nas lojas da rede e tirou como encaminhamento agendar uma reunião com a empresa para apresentar estes problemas e tentar solucioná-los.

Ao avaliar os encaminhamentos e a construção da rede, os participantes foram unânimes em considerar importante a ação da Contracs.

A secretária de relações internacionais da Contracs, Lucilene Binsfeld, finalizou a tarde reforçando a importância da participação dos sindicatos. “Vocês são fundamentais para construir a ação porque sem vocês não imaginaríamos os 17 problemas que vocês pontuaram aqui.”

A coordenação da rede foi assumida por Walter Mendonça do Sindicato de Uberlândia e Araguari. Assumiram ainda como coordenadores adjuntos, a companheira Emanuelle Claro dos Santos, de Estância e o companheiro Ademir Francisco, do Sindicato de Ipatinga.

Fonte: Contracs – Adriana Franco