Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020 -

Secor participa do 9º Congresso da Contracs

Publicado em: 01/04/2015
Assessoria/Secor

Assessoria/Secor

Na última semana, 32 representantes do Secor, participou da 2ª Plenária e do 9º Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços (Contracs) da CUT, no Espírito Santo.

A Plenária, que aconteceu em 24/3, aprovou a discussão sobre a paridade de gênero na próxima Plenária Nacional, em 2017, para a mesma ser implementada no 10º Congresso, em 2019. Assim, a partir do 10º Congresso Nacional, a Contracs se compromete em dividir os cargos nas instâncias decisórias igualmente entre homens e mulheres, já que, atualmente, o estatuto prevê apenas 30% das vagas para as mulheres. Além desta decisão, foram aprovadas 23 emendas, sendo que uma delas diz respeito a ampliação do tempo de mandato da direção da Contracs para 4 anos e a criação da Secretaria de Administração e Finanças Adjuntas.

Na noite do dia 24/3, teve início o 9º Congresso da Contracs, que contou com a presença de 517 delegados representando 148 sindicatos de 21 estados brasileiros. A delegação internacional também participou do Congresso representando Alemanha, Argentina, Colômbia, Espanha, Estados Unidos e Nova Zelândia.

Com o tema “Fortalecer Conquistas e ampliar direitos para a classe trabalhadora”, durante três dias, os participantes realizaram uma análise da atual conjuntura política, econômica e social, além da eleição da nova diretoria da Contracs. “Foi possível discutir e aprofundar nossos conhecimentos nas áreas de comunicação, relações internacionais, trabalho decente, fiscalização do trabalho, fim da terceirização e jornada de trabalho, por exemplo”, afirmou o vice-presidente do Secor, Luciano Pereira Leite.

A política atual no Brasil também foi tema de uma das muitas palestras realizadas durante o Congresso. Os participantes colocaram em pauta a defesa da manutenção dos direitos dos trabalhadores e a pressão para o governo federal assumir as propostas pelas quais foi eleito em 2014, além da luta contra os patrões que investem cada vez mais para a precarização do trabalho e a redução dos direitos trabalhistas. “Assim como a Contracs, o Secor defende os direitos do trabalhador e a democracia. Vamos deixar a presidente Dilma Rousseff governar e pressionar para que coloque em prática as medidas e ideais que defendeu quando ganhou as eleições”, completou Leite.

Na última noite do Congresso, a Contracs realizou uma prestação de contas do último mandato e finalizou a noite apresentando ao Plenário sua nova direção, que tomará posse em maio, eleita através do votos dos delegados participantes do evento. Reeleito, o presidente Alci Matos falou sobre os próximos desafios do mandato que se inicia neste ano, como a necessidade de ter entidades sindicais filiadas nos três estados em que a Contracs não está presente e o aumento de entidades filiadas, por exemplo. “Eu já vejo em cada rosto a energia, a capacidade, o compromisso com as lutas, com a nossa coragem, com o nosso tamanho. Temos que avançar em cinco setores, como os trabalhadores informais, os trabalhadores prestadores de serviços. Isto é responsabilidade, companheiros, de todos vocês. Não é só minha”, completou.

Clique aqui para ver mais imagens!

Fonte: Assessoria de Imprensa