Sábado, 27 de Fevereiro de 2021 -

Trabalho Part-time e salários reduzidos definem emprego no McDonald’s

Publicado em: 14/07/2014
Divulgação

Divulgação

Embora entrar nos quadros da empresa McDonald’s seja fácil, quase metade dos trabalhadores decide sair ao final de um ano. Os salários continuam a ser considerados baixos e as dificuldades de passar a trabalho a tempo inteiro também não agradam.

Existem seis mil colaboradores da McDonald’s em Portugal. Segundo o Jornal de Negócios, a empresa tem tentado abrir as suas portas ao exterior mas continua a ter a fama de pagar mal. Em Portugal, o salário de entrada é de 460 euros líquidos, a tempo inteiro. A empresa salienta que este valor tem em conta a tabela da contratação coletiva e as oportunidades de progressão dentro da empresa.

“Só ganham 520 euros [brutos] no primeiro ano ou se não tiverem pontuação positiva”, refere Sofia Mendonça, diretora de Recursos Humanos da Empresa.

A média de idades dos trabalhadores do mais famoso restaurante de fast food do mundo é de 20 e 25 anos, sendo que 20% ainda estudam. A taxa de rotação tem vindo a decrescer sendo que atualmente apenas quatro em cada dez funcionários saem da empresa ao fim de um ano.

Apesar destes sinais de precaridade, a verdade é que 80% dos trabalhadores já estão integrados nos quadros da empresa.

Fonte: Notícias ao Minuto